AGRESTE MALVAROSA
a casa do amok

release
malvarosa
ficha técnica
imprensa
fotos

 
 
Agreste

AGRESTE nasceu de uma conversa sobre mulheres.

Uma amiga (profissional de saúde) derramou sob mim sua angústia e espanto quando entrou em contato com o desconhecimento que mulheres no sertão nordestino tinham do seu próprio corpo.

Elas não se permitiam descer o olhar para o hemisfério sul de suas vontades.

Elas não se permitiam se saber por inteiro.

Assustava a ignorância de si mesma.

Foi assim que fui urdindo esta pequeno ensaio trágico sobre a ignorância.
Quando Milene Ramalho me ligou, com seu delicado sotaque paraibano, parecia que ouvia àquela amiga que me inspirou a criação deste texto. Foi impossível não associar aquelas duas vozes. Intuitivo, me lancei em seu convite para que a peça fosse revisitada, mas agora com um elenco feminino.

Posso afirmar, que a curiosidade de devolver a peça a este ninho de fêmeas me encantou. Milene, com sua garra, soube arregimentar os talentos todos que compõem este projeto.

Aos poucos, descobri Rita Elmor, esta elegante atriz do teatro carioca, como parceira de Milene na jornada.

Grande descoberta: Milene e Rita se harmonizam e se completam neste baião de dois.

Juntos chegamos ao nome de Ana Teixeira, uma diretora rigorosa e precisa como o povo do sertão que eu conheci. Seu teatro austero e poético são excelente companhia para o universo do sertão pernambucano: austero e poético, seco e delicado.

E Stephane Brodt representa sim o cavalheiro desta trinca de guerreiras, mas sua sensibilidade atravessa a casca do gênero e ele serve ao jogo feminino deste espetáculo com maestria.

Assim, AGRESTE MALVAROSA foi gestado, ninado, cozido, parido...
Num terreno de maternidades.

Neste peça, AGRESTE assume seu subtítulo MALVA ROSA.
Malva Rosa é uma planta misteriosa e tida com poderes de cura para os males femininos.

Ás vezes, penso no AGRESTE como uma possível resposta a esta pergunta:
“O que acontecerá comigo quando o amor me encontrar/ferir?”
Vamos ouvir a resposta com as vozes femininas de Milene e Rita e Ana e Stephane.

Newton Moreno

 

 
Português English Francais