Salina (A Última Vértebra)
a

release
ficha técnica
fotos
imprensa
vídeos

 
 
Agreste

Salina – A Última Vértebra, de Laurent Gaudé estreou no Rio de Janeiro em 2015 O espetáculo propõe um mergulho numa África ancestral para contar uma história universal e atemporal, inspirada em tradições afro-brasileiras (em particular o congado e o candomblé), mas composta por elementos vindos de diferentes civilizações, da tragédia grega à epopeia africana. Salina, é uma incursão no tema do ódio e do perdão. O texto de Laurent Gaudé nos traz uma África imaginária através de uma obra profundamente humana.

O espetáculo foi concebido a partir de um projeto que envolveu diversas etapas: formação de atores, pesquisa cênica e intercâmbios. Nesse percurso, inventamos uma África elaborada lentamente, a partir da experiência dos atores, de suas memórias, de seus corpos animados, de suas imaginações e de um profundo sentido de ancestralidade. Construímos um território simbólico, onde pudemos tecer uma identidade mestiça, resultado da confluência das diversas culturas de raiz africana e das diferentes visões e trocas que surgiram no decorrer do projeto.

A pesquisa contou com a colaboração de mestre Jorge Antônio dos Santos, Mestre tambor do Congado dos Arturos de Minas Gerais.

O espetáculo está indicado aos seguinte prêmios:

    • Prêmio Shell: melhor direção, atriz, figurinos e inovação.
    • Prêmio Cesgranrio: melhor espetáculo, direção e figurino.
    • Prêmio Questão de Crítica: melhor figurino e coreografia
    • Prêmio Cenym: melhor atriz, Cia. de teatro e figurino

 

 
Português English Francais