NOVIDADES

“A trilha sonora, desenvolvida pelo grupo, com direção musical de Stéphane Brodt, que divide a direção geral com Ana Teixeira (ambos de “Salina”), transporta o imaginário da plateia para outro lugar – esse ideal africano. Os instrumentos também são usados para momentos belíssimos de sonoplastia, como a sonoridade da maré, tão importante para a ambientação.”


TeatroemCena

24 de julho de 2018
Voltar




<