NOVIDADES

Em “Macbeth”, o Amok Teatro busca e consegue apresentar uma versão autoral para a tragédia de Shakespeare.

Os atores incorporam essa ambientação ritualística com força gestual, que oscila entre a fixidez da máscara e os movimentos dançados. A montagem de Ana Teixeira revela depuramento artesanal que transforma a sua beleza em elemento decisivo para ampliar a comunicação. As máscaras e a maquiagem, de variada inspiração asiática e africana, os figurinos, de acabamento refinado, assinados por Stephane Brodt, a iluminação de Renato Machado, que destaca dramaticamente o vermelho, formam um conjunto de desconcertante harmonia.


Jornal do B

24 de julho de 2018
Voltar




<